sexta-feira, maio 29, 2009

Encontros mensais do CR:16ABR2009 (2)

A verdadeira reportagem do jantar do CR de 16ABR2009 só recentemente nos chegou às mãos e mesmo depois de muitas ameaças veladas do tipo "Veja lá como é que me trata. Porque quando me hostilizam eu não sou para brincadeiras.".

Fotos do AAlmeidaEstes não deram a devida atenção aos anúncios dos produtos que conservavam o cabelo!


E os sempre complexos momentos da contabilidade da despesa ... e do colestrol!


Vistas gerais.

segunda-feira, maio 25, 2009

Professor jubilado da Escola Naval

-->
Por o nosso Repórter X ter estado ausente, só recentemente tivemos conhecimento desta cessação de funções (pela tirania da idade) e justa homenagem, omissão de que nos penitenciamos.

Em 03FEV2009, realizou-se na Escola Naval (EN) a Cerimónia de Jubilação do nosso camarada CR Carlos Saldanha Carreira (CMG EMA RES) presidida pelo Comandante da EN, CALM Luís Macieira Fragoso. Depois dum almoço de confraternização oferecido pelo Comandante da EN aos familiares e convidados do Saldanha Carreira, seguiu-se o descerramento duma placa com a atribuição do seu nome a uma sala no Departamento de Formação de Engenheiros Navais – Armas e Electrónica, e o registo formal da doação do espólio bibliográfico do homenageado à Biblioteca da Escola Naval. A efeméride terminou com a Cerimónia Solene no auditório perante todo o Corpo de Alunos.
Recordamos que o Carlos Saldanha, também acima retratado como era em 1963, ao longo da sua carreira serviu 21 anos (1977-2009) como Professor na Escola Naval, onde leccionou Teoria de Circuitos, Conversão Electrico-Mecânica de Energia, Sistemas de Controlo Automático, Electrónica Analógica Aplicada, Balística e Mísseis, Sistemas de Armamento, Fundamentos de Electrónica e Automação e Controlo.
Fotos de 2009 e informações amavelmente cedidas pelo Comando da EN

terça-feira, maio 19, 2009

Embarque no Blog (16)

Dos vários convites para adesão ao Blog CR que estavam no éter, respondeu afirmativamente o Tito Serras Simões. Apresentou-se de 3A dia 18 de Maio de 2009, com uma carta de (boas) intenções que logo publicou utilizando uma designação que a todos foi familiar e constava em todos os artigos de enxoval.
Benvindo.

segunda-feira, maio 18, 2009

Ao correr do teclado

Caros amigos, muitos dos quais relembrei ao olhar as"colocações" feitas no blog
Caros camaradas, pelo que sofremos ao longo do nosso curso
Caros camaradas e amigos pelo que nos cruzámos ao longo da vida, infelizmente alguns nem tanto.
Primeiro quero saudar a ideia. É bom recordar o passado e tantas coisas que, não estando lá na imagem, estava lá!
Tendo, por vezes, pouco tempo acreditem que a partir de agora tentarei trazer para este espaço algumas coisas com que me vou defrontando e que julgo, perdoem-me julgar por vós, de interesse
Um abraço amigos e até breve

domingo, maio 17, 2009

Recordando o “CR” na ESCOLA NAVAL (V)

O “CR” NO REMO (4/7)

Para completar os apontamentos publicados anteriormente apresentam-se extractos dos programas respeitantes às provas em que participámos durante o ano lectivo 63/64.
A sua qualidade é fraca e, mesmo truncados, certamente serão apreciados pelos atletas de então.




Finalmente a tal regata em que não chegámos a entrar, sabe-se lá porquê!
Aparece a Escola Naval a disputar a Taça Almirante Gago Coutinho com uma tripulação do curso NT.

(continua)

sábado, maio 16, 2009

Pilões

Aguardando um destes dias a finalização da revisão do meu carro, numa oficina que recomendo, propriedade do sr. "Braga", em Lisboa, aproveitei para passear em Campo d'Ourique. Na rua Correia Teles, 95, na loja C. Alves, gravador que também vende distintivos, taças e medalhas, vi na montra e registei dez miniaturas metálicas (muito perfeitas) de alunos dos Pupilos do Exército em desfile, sendo um o porta-bandeira nacional e outro o porta-estandarte daquela instituição. Os 10 são vendidos por 180 Euros mas também podem ser adquiridos avulso a 18 € cada. São peças soltas, por acaso colocadas numa base dispensável, vendida àparte.


Associei imediatamente que no CR quatro dos seus elementos provinham dos Instituto Militar dos Pupilos do Exército: a saber, o Aristides Costa e Silva, o Augusto Silva e Pinho, o Luís Rocha da Silva e o Manuel Pereira Bento. Entraram todos para Administração Naval, a classe a que concorreram e um atingiu o mais alto posto possível para a classe.

quinta-feira, maio 14, 2009

Encontros mensais do CR: 14MAI2009

Teve lugar hoje o encontro mensal do CR de Maio, no CMN. Na alternância acordada no início do ano, correspondia este mês a almoço e assim se cumpriu com nove presenças efectivas e uma justificação presencial de falta .

No final dos oito ensopados de borrego com abundância de osso e uma dieta de peixe cozido, passando pelas sobremesas em que alguns (apesar dos avisos do organizador SH) se arriscaram declaradamente ao aumento do colestrol, mandou-se vir directamente de Vila do Conde o "Xor" Helder para tirar uma foto ao grupo para a posteridade.
Presentes: AAnaia, ACostaeSilva, ASPinho, CVCarrasco, HSFonseca JSHenriques, MPBento, MSá e PVBoas.

segunda-feira, maio 11, 2009

Recordando camaradas: Rocha da Silva

Faz hoje sete anos que o Luís Manuel Rocha da Silva nos deixou. Morreu precisamente em 11 de Maio de 2002.

Aqui o recordamos numa fotografia dos primeiros tempos da Escola Naval , quando ainda não era por Rocha da Silva que o conhecíamos.

No aniversário da morte do saudoso CR Luís Rocha da Silva, é devida uma palavra evocativa da sua memória.

Desde cedo, nas Conferências Vicentinas, teve preocupações sociais. Distribuiu em abundância a generosidade material e o conforto sensível de um coração grande.
Foi um homem bom.

Estudante distinto (ainda hoje figura na galeria dos alunos notáveis dos Pupilos e,na EN, foi CR4 à entrada e CR2 à saída), gostava de música clássica, frequentava bailado e ópera e era consumidor compulsivo de literatura. A natural discrição não revelava a amplitude dos seus horizontes.
Foi um homem de cultura.

Sem adequado suporte familiar (órfão aos treze anos e filho único de mãe que dele dependia e o condicionava), frustrado de amores, abraçou cultivar a partilha e a camaradagem.
Foi um homem de afectos.

Avesso à papelada inerente aos AN, conseguiu ultrapassar,com dignidade e competência ,os espinhos da função.
Foi um profissional brioso.

Consciente das maleitas que o afectavam, descuidou-se de si e facilitou o acidente que o inferiorizou. Houve quem se aproveitasse da situação. Contudo,a facilidade de concitar simpatias, granjeou-lhe, na Marinha, as inúmeras amizades que, empenhadamente, lhe atenuaram as agruras da fase final da vida.
Foi um amigo, que deixou saudades.

Costa e Silva


sexta-feira, maio 08, 2009

Messe de Marinha nos Açores

A Messe de Marinha em Ponta Delgada, Messe de Oficiais do Loreto, foi dirigida nos primórdios dos anos oitenta por um camarada CR de Administração Naval (ASP), tendo decorrido, durante a comissão dum outro CR que o antecedeu (MPB), as negociações tendentes à sua aquisição. Alguns do Curso que passámos pelos Açores no comando de Corvetas, ainda usufruímos da sua utilização, de refeições e do campo de ténis.

Foto da Messe do Loreto na Fajã de Baixo em ABR2009

Desactivada lamentavelmente há uns anos, de que resultou a sua acentuada degradação interior, consta-nos que actualmente correm conversações para a sua
recuperação e reactivação entre a Marinha e o IASFA. O apoio social deste tipo aos militares estagnou em território nacional , sendo menos sentido face à abertura para utilização de facilidades da Defesa de outros países com quem foram celebrados protocolos. Recordo-me que em 1983 foi directamente para uma qualquer gaveta uma "circulação interna" com uma proposta da recuperação com aquela finalidade, a bem da sua manutenção e conservação, das residências dos faroleiros que estavam em vias de ser desactivadas devido à automatização dos faróis. Resta-nos a esperança que esta Messe seja recuperada, dando-nos a sensação de que pelo menos neste aspecto melhores dias virão.

quarta-feira, maio 06, 2009

terça-feira, maio 05, 2009

Recordando: Campeonatos da Armada



























Realizou-se em 1968 o primeiro Campeonato da Armada de Judo, na Escola de Fuzileiros.
Na pesquisa efectuada, apurámos que quem venceu a categoria de leves e integrou a equipa vencedora foi um elemento do CR já então 2º Tenente, que simpaticamente nos cedeu esta medalha.

Dados deste teor são de difícil recuperação pois não constam nos respectivos processos individuais, nem na inexistente história do desporto na Marinha.
O atleta em questão hoje não é leve nem nada que se pareça. Quem será?

segunda-feira, maio 04, 2009

Recordando camaradas: Jorge Escalço Valadas

Por diversas vezes tenho ouvido interrogações de camaradas CR sobre o paradeiro do Jorge Valadas. Lembro-me frequentemente dele e também do Carlos Feitoria, companheiros de muitas viagens de comboio e de caminhadas entre o Cais do Sodré e a Doca da Marinha, sobretudo ao Domingo à noite de regresso ao "Internato".
O meu interesse em saber dele levou-me, nos anos setenta, à residência onde vivia, tentando encontrar algum familiar que me pudesse dar o seu contacto, mas sem êxito.
Há cerca de dois anos, ao ler Pessoa comum no seu tempo do Moreira Freire (LC), satisfiz parte da minha curiosidade pois encontrei diversas referências ao Valadas e ao seu percurso em Paris.
Recentemente soube que ele tinha obras publicadas com o pseudónimo de Charles Reeve e resolvi investigar na Internete. Para meu espanto e ao mesmo tempo satisfação, encontrei imensas referências à sua pessoa e à sua obra.
Tomo a liberdade de transcrever alguns excertos de escritos sobre este CR, com quem não tem sido possível convivermos e que certamente terá muito de interessante que contar, por ocasião do lançamento do seu livro A memória e o fogo publicado originalmente em França, em 2006.

“Jorge Valadas, ensaísta português radicado em França que viveu por dentro o Maio de 68, traça um retrato impiedoso e polémico do século XX nacional em A memória e o fogo"

“Nascido em Lisboa há 63 anos, exilou-se em Paris após ter desertado da Guerra Colonial. Desde 1972 tem publicado vários ensaios de índole libertária nos quais a inquietação está sempre presente, como em O tigre de papel e Crónicas portuguesas (assinados com o pseudónimo de Charles Reeve). Reside entre Paris, Nova Iorque e Tavira.”

“Jorge Valadas integrava os chamados "comités ouvriers-étudiants" que eclodiram em Maio de 68 (comités trabalhadores-estudantes, tentativas de fusão entre os estudantes e a classe operária, à revelia dos sindicatos de tendência comunista) e foi contactado para traduzir os panfletos e ir distribuí-los ao "bidonville", já que falava português.”

Conferências sobre pirataria

O nosso camarada CR HASFonseca continua muito activo e lança-nos este desafio para ouvirmos e debatermos este tema actual da pirataria, em que será moderador.

O Presidente da Sociedade de Geografia de Lisboa tem a honra de convidar V. Exa. e Sua Exma. Família para assistirem a uma palestra promovida pela Comissão de Relações Internacionais e pelas Secções de Geografia dos Oceanos e de Transportes sobre o tema:

“A Pirataria no Século XXI”

Será moderador o Senhor V/Alm. Alexandre da Fonseca

Serão oradores a Senhora Dra. Alexandra von Böhm-Amolly e o Senhor Cap. Fragata Portela Guedes.

A palestra realiza-se no dia 7 de Maio de 2009 pelas 21:30 na sede da SGL.

Rua das Portas de Santo Antão, 100 1150-269 LISBOA – Tels: 213425401


domingo, maio 03, 2009

Standing NATO Maritime Group 1 (SNMG1)

Gente do SNMG1, envolvido no combate à pirataria marítima, que é como sabem comandado por um almirante português, tem um Blog. Ao pessoal do CR recomendo a visita ao http://missaonato09.blogspot.com/

Curioso o vazio legal em relação aos piratas, que depois de lhes serem retiradas as armas são mandados à sua vida que é certamente a pirataria!

Nota: Por cá subsiste a "pirataria" mas é doutros tipos e pouco se combate.


sábado, maio 02, 2009

Encontros mensais do CR: 14MAI2009

O próximo encontro mensal do CR será na 2ª Quinta-Feira de Maio, dia 14, neste mês almoço, às 13H00 no CMN.
Torna-se necessária a inscrição prévia até dia 12 às 12H00, por e-mail ou telefone para o Sousa Henriques.

sexta-feira, maio 01, 2009

Viagem na Sagres. 1965

Assinalando nesta data o dia da partida na "SAGRES" na viagem ao Brasil em 01 de Maio de 1965.


Já lá vão 44 anos!